[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 403: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_data::$country_names_en
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 403: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_data::$country_names_en
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 424: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_functions::$regionsdata
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 424: Trying to get property of non-object
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 403: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_data::$country_names_en
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 403: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_data::$country_names_en
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 424: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_functions::$regionsdata
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 424: Trying to get property of non-object
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 403: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_data::$country_names_en
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 403: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_data::$country_names_en
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 403: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_data::$country_names_en
[phpBB Debug] PHP Notice: in file [ROOT]/ext/unilang/languages/includes/lang_functions.php on line 403: Undefined property: unilang/languages/includes/lang_data::$country_names_en
Saim - português - UniLang

Saim - português

Moderator: Luís

User avatar
Saim
Posts: 3056
Joined: 2011-01-22, 5:44
Location: بارسیلونا
Country: ES Spain (España)

Saim - português

Postby Saim » 2014-10-16, 19:33

Tenho de seguir mantendo o meu português, porque comecei a estudar o italiano pouco tempo atrás, o seja que vale a pena praticar os dois idiomas um pouco para os não misturar. Todas as correcçãos ou comentarios (sobre qualquer tema de que falo aqui, se também estás a estudar o português é possível que ajude falar sobre temas mais variados que os que saem nos jogos do fórum) são bem-vindos.

Bem, ultimamente encontrei muito rap en português e galego de que gosto. Por exemplo, não paro de escutar o rapper lisboeta Sam the Kid.

https://www.youtube.com/watch?v=UFCsbzp4LH0
Nesta canção o Sam trata un tema que considero que è muito importante na scena musical europea - a sua progressiva anglização. "O português não tá cansado eles vêm com o inglês"; desta maneira, recrimina os artistas portugueses que cantam na língua "internacional", porque considera que o português não foi esgotado quanto a capacidade de expressão ou como instrumento de criatividade musical. Além disso, disse que "isto è para os tugas que nunca escrivem na língua raíz", utilizando a palavra coloquial "tuga" para afirmar a sua autenticidade como membro de um grupo etnolinguístico e de subcultura frente a os "poetas de karaoke", o seja, artistas falsos e copiadores, que "nunca são originais, são New York ou Paris".

No entanto, sim que há um elemento do videoclipe, aparece outro rapper português (PacMan do grupo da Weasel), que fala em espanhol (la revolución compadre) para mostrar o seu apoio. Compreendo que è uma referência as revoluções hispanoamericanas, mas houvesse feito mais sentido dizê-lo em português, sobretudo quando consideramos o contenido sociolinguistico das criticas do Sam the Kid.

No videoclipe também há uma escena de humor (um skit), onde uns tipos criticam a musica do Sam the Kid num automóvel. Dizem, e com razão, que o nome do rapper è em inglês, e que se fosse consistente se chamaria O Puto Samuel ou Samuel O Cachopo. A utilização de nomes ingleses é um síntoma do incremento do prestígio que experimentou a língua inglesa últimamente, mas é verdade também que o mais importante é cantar na língua propia, o nome do grupo o artista não é un tema tão chave.

Acho que vocês podem já deduzir a minha posição respeito á utilização do inglês na musica popular europea - sou contra. Acho que representa um empobrecimento da diversidade cultural, da inovação e da criatividade. Uma língua não é solamente uma ferramenta de comunicação, senão também o elemento vertebrador duma comunidade linguística. O predominio do inglês em Europea, e de feito no mundo enteiro, representa o pior imperialismo linguístico que o mundo sofreu até agora.
ماں بولی = قومی بولی

پنجابی بولو، پنجابی پڑھو، پنجابی لکھو

User avatar
IpseDixit
Posts: 6166
Joined: 2013-05-06, 21:06
Gender: male
Location: Florence
Country: IT Italy (Italia)

Re: Saim - português

Postby IpseDixit » 2014-10-18, 11:53

 (pt) Este tema é muito interessante. Concordo que é realmente desconsolador ver que o inglês tem uma posição tão importante no cenário musical de muitos paises europeus. Por exemplo, este ano vi por a primeira vez a Eurovision (aqui em Itália não é um evento muito bem-sucedido e nunca a vi antes) e honestamente fiquei muito desapontado porque o 90% das canções eram em inglês, e aquele achatemento cultural deu-me um certo asco.

 (lld) Chest tem é trop enteressant. Son a una che l'é dassen destrametent veder che l'ingleis à na posizion coscita emportanta tel scenar da mùsega de n muie de paìjes europeènes. Per ejempie, chest an é vedù per la pruma outa l'Eurovision (chiò te la Tèlia no l'é n event n muie de suzess e no l'aea mai vedù inant) e a la dir duta son restà trop scornacià percheche l 90% de la cianties era per ingleis, e chel spiatament culturèl me à fat na certa uria.


 (pt) Acho que o inglês é sobretudo importante por os países pequenos onde não há um mercado interno muito grande, por exemplo aqui em Italia a situaçao provavelmente ainda está melhor que em outros países e o 99% das canções são em italiano (todavia poderíamos descutir sobre o facto que as canções são só em italiano e não em outras línguas das península), mais por exemplo alguns contores como Laura Pausini ou Tiziano Ferro fazem também a versão espanhola das canções deles para o mercado de Espanha e América Latina, e isso conduze-me ao ponto crucial desta questão:

 (lld) Peisse che l'ingleis é soraldut emportant per chi paìjes picioi olache no l'é n marcià daìte n muie grand, per ejempie chiò te la Tèlia la situazion fàzile l'é endò miora che te etres paìjes e l 99% de la cianties é per talian (purampò podassane descorer fora del fat che la cianties é demò per talian e no per etres lengac de la penisola), però per ejempie vèlch ciantarin desche Laura Pausini o Tiziano Ferro fèsc ence la verscïon spagnoula de sia cianties per l marcià de la Spagna e de la America Latina, e cie me mena al pont critich de chesta costion:


 (pt) Porque, menos algunas exceções, as canções somente podem ser na língua do país ou em inglês? Porque Laura Pausini e Tiziano Ferro tivem que re-fazer as canções em espanhol? É realmente uma tragédia tão grande lançar no mercado hispanoparlante música cantada em italiano?

 (lld) Perché pa, fora che dotrei ecezions, cogneles la cianties esser demò per l lengaz del paìsc o per ingleis? Perché pa Laura Pausini e Tiziano Ferro ài cognù fèr da nef la cianties per spagnoul? Él pa dassen na tragedia coscita grana trèr tel marcià de lengaz spagnoul mùsega ciantèda per talian?


 (pt) Honestamente não sei qual é a causa disso, se são os produtores que tem medo de tentar ou se há outras razões, mais alguém tendria de fazer algo para mudar a situação.

 (lld) A la dir duta no sé coluna la é la cajon de cie, se l'é i produtores che à tema de proèr o se l'é autra rejons, purampò zachèi cognassa chierir de mudèr la situzion.


 (pt) No futuro gustaria de ver un mercado da música onde o paradigma dicotômico música nacional / música em inglês é superado.

 (lld) Tel davegnir dejidrasse veder n marcià da mùsega olache l paradigm dual mùsega nazionèla / mùsega per ingleis l'é stat passà via.

User avatar
Luís
Forum Administrator
Posts: 6268
Joined: 2002-07-12, 22:44
Gender: male
Location: Lisboa
Country: PT Portugal (Portugal)

Re: Saim - português

Postby Luís » 2014-10-25, 11:17

Saim wrote:Tenho de seguir continuar mantendo o meu português, porque comecei a estudar o italiano pouco tempo atrás, ou seja quevale a pena praticar os dois idiomas um pouco para os não misturar. Todas as correcções ou comentários (sobre qualquer tema de que falo aqui, se também estás a estudar o português é possível que ajude falar sobre temas mais variados do que os que saem aparecem nos jogos do fórum) são bem-vindos.

Bem, ultimamente encontrei muito rap em português e galego de que gosto. Por exemplo, não paro de escutar o rapper lisboeta Sam the Kid.

https://www.youtube.com/watch?v=UFCsbzp4LH0
Nesta canção o Sam trata de um tema que considero que é muito importante na scena musical europeia - a sua progressiva anglicização. "O português não tá cansado eles vêm com o inglês"; desta maneira, recrimina os artistas portugueses que cantam na língua "internacional", porque considera que o português não foi esgotado quanto à capacidade de expressão ou como instrumento de criatividade musical. Além disso, disse que "isto é para os tugas que nunca escrevem na língua raiz", utilizando a palavra coloquial "tuga" para afirmar a sua autenticidade como membro de um grupo etnolinguístico e de subcultura frente a os "poetas de karaoke", o seja, artistas falsos e copiadores, que "nunca são originais, são New York Nova Iorque ou Paris".

No entanto, sim que há um elemento do videoclipe, aparece outro rapper português (PacMan do grupo da Weasel), que fala em espanhol (la revolución compadre) para mostrar o seu apoio. Compreendo que é uma referência às revoluções hispanoamericanas, mas houvesse teria feito mais sentido dizê-lo em português, sobretudo quando consideramos o contenido conteúdo sociolinguistico das críticas do Sam the Kid.

No videoclipe também há uma escena de humor (um skit), onde uns tipos criticam a música do Sam the Kid num automóvel. Dizem, e com razão, que o nome do rapper é em inglês, e que se fosse consistente se chamaria O Puto Samuel ou Samuel O Cachopo. A utilização de nomes ingleses é um síntoma do incremento do prestígio que experimentou a língua inglesa ultimamente, mas é verdade também que o mais importante é cantar na língua própria, o nome do grupo o artista não é um tema tão chave.

Acho que vocês podem já deduzir a minha posição respeito á da utilização do inglês na musica popular europeia - sou contra. Acho que representa um empobrecimento da diversidade cultural, da inovação e da criatividade. Uma língua não é solamente somente uma ferramenta de comunicação, senão também o elemento vertebrador duma comunidade linguística. O predomínio do inglês em Europea na Europa, e de feito facto no mundo inteiro, representa o pior imperialismo linguístico que o mundo sofreu até agora.


A maioria dos teus erros são influências do castelhano... :P Mas no geral, já tens um nível bastante bom.
Quot linguas calles, tot homines vales

User avatar
Luís
Forum Administrator
Posts: 6268
Joined: 2002-07-12, 22:44
Gender: male
Location: Lisboa
Country: PT Portugal (Portugal)

Re: Saim - português

Postby Luís » 2014-10-25, 11:24

IpseDixit wrote: (pt) Este tema é muito interessante. Concordo que é realmente desconsolador ver que o inglês tem uma posição tão importante no cenário musical de muitos países europeus. Por exemplo, este ano vi por a pela primeira vez a Eurovisão (aqui em Itália não é um evento muito bem-sucedido e nunca a vi antes) e honestamente fiquei muito desapontado porque o90% das canções eram em inglês, e aquele achatemento cultural deu-me um certo asco.

 (pt) Acho que o inglês é sobretudo importante por os países pequenos onde não há um mercado interno muito grande, por exemplo aqui em Itália a situação provavelmente ainda está melhor que em outros países e o99% das canções são em italiano (todavia poderíamos discutir sobre o facto que as canções são só em italiano e não em outras línguas das península), mas por exemplo alguns cantores como Laura Pausini ou Tiziano Ferro fazem também a versão espanhola das canções deles para o mercado de Espanha e América Latina, e isso conduze-me ao ponto crucial desta questão:

 (pt) Porque, menos algumas exceções, as canções somente podem ser na língua do país ou em inglês? Porque Laura Pausini e Tiziano Ferro tivem que re-fazer as canções em espanhol? É realmente uma tragédia tão grande lançar no mercado hispanofalante música cantada em italiano?

 (pt) Honestamente não sei qual é a causa disso, se são os produtores que têm medo de tentar ou se há outras razões, mas alguém tendria teria de fazer algo para mudar a situação.

 (pt) No futuro gostaria de ver un mercado da música onde o paradigma dicotómico música nacional / música em inglês é fosse superado.
Quot linguas calles, tot homines vales


Return to “Portuguese (Português)”

Who is online

Users browsing this forum: No registered users and 1 guest

cron